Amor

SEGUNDA-FEIRA

Tá difícil abrir o olho. Preguiça toma conta, cansaço mental e aperto no peito. Justo hoje que eu precisava de motivação para voltar à academia. 

Fome.

Esqueci que também começava a dieta. Tá bem, faz de conta que esse melão é um bacon. Tenho tanta coisa pra fazer e nem sei o que faço primeiro.

Que saco esse WhatsApp, a gente fica algumas horas sem olhar e já tem um monte de gente perguntando de trabalho, sobre o almoço na casa dos pais ou o que vou fazer no fim de semana. No meio tempo um telefonema daquele telemarketing que cai justamente quando a gente atende, só pra fazer você perder tempo. 

Grito!

Por que a gente se cobra tanto para fazer tanto e quando não consegue se culpa? 

A semana não termina na segunda-feira, como a vida não terminará nesta semana. E desejar pela sexta na segunda só faz a gente querer que a vida passe mais rápido. Sem desfruta-la. Vamos vivendo somando frustrações e nem percebemos que administrar esse sentimento de perda vai nos sufocando a tal ponto que não suportamos mais. E então vamos nos tornando seres estressados, cansados, raivosos e claro…frustrados.

Respire fundo, olhe pela janela e descubra que o mundo lá fora também espera por você, pelas suas atitudes e pelo seu coração. Você receberá aquilo que pensar, viver e sentir.

Comece aquele curso que você tanto queria, ligue para o amigo que há tempos você não fala, vá naquele restaurante que você programa faz tempo, diga que ama quem você quer bem, resolva aquele problema que te aflige. Realize aquele sonho antigo ou pelo menos comece a planejar.

Mas não seja refém das suas resoluções. Se quiser ligar o foda-se, não fazer porra nenhuma e isso lhe fizer bem, desligue. Respire e não pire. Faça apenas o que a sua alma pedir. Aprenda a ouvi-la. Mais do que aos outros.

Seja o seu pontapé inicial, o seu ponto de partida, o seu recomeço. Sem culpa, sem medo. Simplesmente com a vontade de ser feliz sem pressa.

Boa segunda-feira!