Sexo, Amor & Crônicas

MULHERES DE MOLETOM

Quanta ingenuidade domina a cabeça de uma mulher. Se soubessem como encantam com tão pouco, de um jeito tão simples, tão suave. Um dia as mulheres irão descobrir que ficam muito mais lindas sem maquiagem, de cabelos molhados ou presos e usando aquele moletom ou canguru. Um ar juvenil, de guria mesmo. Uma delicadeza natural, afinal, vocês são genuinamente bonitas por natureza.

 
As mulheres são tão preocupadas com a estética, e devem ser mesmo, afinal nós gostamos também de apreciar uma boa produção. Quem não gosta de desfilar com uma mulher bonita, cheirosa, maquiada, com o cabelo arrumado, um belo vestido ou uma roupa adequada para ir numa festa, jantar ou no cinema? Não há ego masculino que resista aos requintes da sedução feminina. Embora, a preparação delas não seja apenas para atrair o homem desejado. Há muito mais entre uma meia-calça e um cílio postiço do que a vã filosofia masculina é capaz de entender. Sim, somos eternamente tolos.
 
A mulher se arruma pra ela, pra sua autoestima, para o seu bem estar. Ela quer estar magra. Sempre mais magra do que já está, não importa o que digam. Sequer importa o que o seu amado pensa. Se dissermos que assim está bem, ela desconsidera, não quer saber. Cria uma relação de amor e ódio com o espelho e quer agradá-lo diariamente. E quando ela perguntar se esta gorda, a resposta é sempre não. Eu disse, SEMPRE!
 
O fato da mulher querer estar linda o tempo todo tem um objetivo maior: marcar território. Algo do tipo: “vaza daqui, sua vadia”, ou como disse uma certa pensadora contemporânea: “Rala, sua mandada”. Vadia, nesse caso, é qualquer periguete que ameace dar em cima do seu homem, ou simplesmente porque a oponente se acha mais do que é. Uma mútua antipatia espontânea. Mas eu prefiro pensar que o cerne da questão ainda somos nós, reles seres masculinos.
 
Se você quer agradar uma mulher, não mande flores, apenas. Algumas nem gostam. Na verdade fingem que não gostam para não parecerem frágeis. Saiba que nada encanta mais uma mulher do que sapatos novos e uma louça lavada. Mulheres não se permitem fraquezas, a menos quando quiserem chamar atenção. Elas suportam mais dor por alguns segundos do que aguentaríamos a vida inteira, mas ronronam e reclamam de um desconforto nas costas, apenas para ganhar colo, ou uma boa massagem. Mulheres são assim, uma ebulição de hormônios e, até disso, o culpado é você.
 
Conviver com uma mulher é a arte da compreensão. Não somos fáceis, mas às vezes só queremos ficar ali, esparramados no sofá, com uma cerveja na mão e um controle-remoto na outra. Elas precisam de atenção, justamente nessa hora. Precisam que você olhe pra ela enquanto ela fala, que interaja, que SAIA DO CELULAR. Enfim, que seja dela, exclusivamente dela enquanto estiver com ela.
 
Toda mulher gosta de sexo. E muito. Mas nem sempre. Diferente dos homens, ela precisa de um tempo para aquecer. Às vezes nem precisa, mas ela quer. Quer ser cuidada, cativada, conquistada para se entregar, mesmo que seja ao amante de tantos anos. A mulher quer a compreensão de que nunca será entendida.
 
E realmente nunca vou entender mesmo, como uma mulher pode ficar tão linda, apenas de moletom.

Vídeo:

15 comentários no “MULHERES DE MOLETOM

Deixe uma resposta