Amor

EU E VOCÊ


Gosto de pensar que existe só eu e você no mundo. Que somos feitos um para o outro e nada pode abalar nossa relação. É difícil até imaginar que alguém possa interferir nesse nosso lar imperfeito, mas tão gostoso que construímos. Minha tranquilidade em meio a esses tempos malucas é de que ficar junto também é uma escolha.

O amor não rareia com o passar dos anos. Ele se modifica. É natural adaptarmos nossa rotina a dois que começou com paixão, virou amor e se tornou família. São muitas preocupações além de estar pronto pro sexo. São contas a pagar, filhos a cuidar, exames a fazer e muitas vezes aquele jantar à luz de velas vai sendo adiado. Não tem problema. Desde que ele não seja esquecido.

Com o passar dos anos você pode até questionar se encontrou o parceiro ideal, afinal existem 7 bilhões de pessoas no planeta. Por que só aquela seria o ideal pra você? 

Porque você escolheu.

É louco isso, porque falamos das coisas do coração e como o cérebro tão racional pode decidir algo que envolva o amor?

Porque ser feliz também é uma escolha.

E quando você define aquele ser como seu companheiro nessa jornada maluca chamada vida, não significa que o caminho será sem curvas, sem obstáculos, sem tortuosidade. Significa que chegarão ao final lado a lado.

Não importa se aparecer alguém mais atraente, ou se as tentações da vida de solteiro provocarem dúvidas. O que interessa mesmo, além do seu sentimento por alguém que divide a vida com você, é a sua decisão de estar com essa pessoa. 

Amar também é querer estar perto, é esforço, dedicação em ver o outro sorrir, programar coisas bobas como chegar e casa e escolher o filme certo pra passarmos a noite de uma terça-feira qualquer. Planejar viagens, filhos e cada passo de uma trajetória que nem sempre será fácil, mas extremamente recompensadora.

Por isso eu digo: pra mim, só existe eu e você.