Sexo, Amor & Crônicas

DEPOIS…

 
Sexo é sempre bom, na sua totalidade, em todos os seus momentos. Desde o despir com os olhos, passando pelo namoro da pele alheia e terminando com o êxtase mútuo do casal. Mas incrivelmente você descobre o verdadeiro valor do sexo, justamente quando ele acaba. Os minutos pós-coito fazem toda a diferença numa relação, ou até mesmo numa simples transa. O “depois” é o início de tudo.
 
Antes do sexo, a conquista é quem manda. Ela coordena nossas atitudes em busca do encontro máximo da paixão. Durante o ato, queremos dar e receber prazer na mesma intensidade. Nosso objetivo está em nada além daquele instante. Mas somente depois da meta alcançada, o sexo mostrará toda a sua sinceridade no acomodar dos corpos. O encaixe da cabeça dela no peito dele revelará uma necessidade além do tesão. Depois de seduzir e desfrutar, o terceiro ato provará se existe carinho no desejo.
 
Preliminares são fundamentais. Penetração é detalhe. Sexo envolve a descoberta de sensações, busca pelos caminhos da geografia do parceiro. Uma jornada através dos sentidos e dos desatinos. Mas o principal mesmo está na calmaria dos momentos que sucedem o prazer. A sintonia nessa hora mostrará se tudo valeu a pena. Ali, percebemos a razão de tudo, o verdadeiro sentido do sexo.
 
Muitas vezes a vontade de estar com o parceiro se vai junto com o orgasmo. Como se aquela pessoa estivesse ali apenas para saciar um desejo momentâneo. É quase uma masturbação com companhia. Sensação de desconforto, culpa, vergonha, timidez exacerbada e um silêncio perturbador. Percebemos a importância da intimidade no sexo da pior forma possível. Como um arrependimento da pele pela entrega do corpo.
 
Se a explosão carnal culminar com uma necessidade por manter a pessoa por perto, tenha certeza de que existe algo além de uma mera atração física. São minutos em que você quer abraçar o parceiro com força e carinho, sentir a conexão dos corpos, tocar a boca como um selo de satisfação. Impedir que aquele momento se desfaça, que ele não vá embora, que você consiga morar naquele peito protetor.
 
Depois do sexo é onde tudo começa. Inclusive o amor.

4 comentários no “DEPOIS…

Deixe uma resposta