Amor

BONITO AOS OLHOS DE QUEM AMA

O belo é o que faz bem aos olhos da alma, reflete nossa vontade por acariciar tal rosto, apaixona só de olhar, percorrer cada extensão da pele. A beleza está além do que se enxerga. Basta sentir para a beleza nos encantar.

Beleza não é física, é química. Albert Einstein já pregava a relatividade há algum tempo e não é que ele tinha razão. Existem fatores essenciais para definir o adjetivo da beleza e normalmente estão acima daquilo que enxergamos.

Padrões da moda agradam nichos, regem o vestuário, estabelecem altura, peso e curvas ideais. Não para o coração. Estética é admirável, mas precisa para se transformar em bela precisa ser sentida.

Beleza é covinha no rosto, sorriso de paz, olhar tenro, abraço quentinho, pés esfregados antes de dormir. Beleza é café da manhã pra alimentar o carinho, é sair à noite para buscar um remédio porque ela está com dores. Beleza é estar atraído por aquela aura magnífica depois de fechar os olhos. Por detrás da pálpebra é onde a mágica acontece. Sentidos identificam que ela é lindamente feita pra você.

O tempo cura, ensina e nos mostra como é bonito envelhecer com amor. A pele sucumbe, os cabelos rareiam, acinzentam e colorem a lealdade. Rugas carregam experiências, dores e alegrias. O cansaço dá lugar à vontade de repousar no braço alheio, fortalecendo a beleza de caminhar lado a lado.

A beleza do cabelo jogado pro lado encantará com eficácia no leito quando o nariz sentir aquele cheiro de shampoo segundos antes de adormecer. A maquiagem terá efeito no batom arrancado à beijos, ou quando a lágrima de emoção borrar o rímel dos cílios. Não há nada mais bonito no mundo do que o sorriso de uma mulher apaixonada.

Beleza é sentir, amar e ser amado com intensidade. O padrão do amor é um só: a beleza de ser feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *